Descubra quais são as tendências em transporte e logística

Descubra quais são as tendências em transporte e logística

Estar por dentro das tendências do mercado é importante para qualquer empresa. E com o setor de transporte e logística não é diferente. Entender as movimentações possibilita uma resposta mais rápida na adoção de métodos eficientes e econômicos.

 

Por isso, reunimos as principais tendências que devem se intensificar nos próximos anos. Algumas já são adotadas no cenário internacional e impactam toda a cadeia de valor dos negócios. Para entender melhor, continue a leitura.

 

Entrega antecipada

Imagine só ter o processo de entrega de um produto iniciado antes mesmo do cliente decidir fazer a compra. Parece loucura, não é mesmo? Porém, essa prática já é realizada com sucesso por uma das maiores companhias do mercado global, a Amazon.

 

Inclusive, esse processo foi criado pela empresa e é conhecido como anticipatory shipping. O funcionamento desse modelo de logística integrada faz uso de inteligência artificial (IA) para estudar o comportamento dos consumidores em relação aos objetos de desejo. São diversos os critérios de análise para que um cliente seja escolhido como alvo da estratégia.

 

Alguns como: a recorrência de pesquisa de um item específico, o tempo de permanência na página do produto e até o histórico de compras. Todas essas informações são analisadas pelo algoritmo da IA para analisar a probabilidade de compra pelo cliente.

 

A entrega antecipada usa muita tecnologia para analisar o comportamento do consumidor.

 

Uma vez que a ferramenta identifica alta chance de aquisição, o produto é automaticamente enviado para o centro de distribuição (CD) mais próximo. Assim, se a decisão de compra for efetuada, o produto é despachado para o endereço final com maior rapidez.

 

Mas e se a compra nunca acontecer? Sem problemas! Como o item foi enviado a um CD da empresa, ele pode ser destinado a outro cliente ou realocado na cadeia de transporte e o consumidor final nem fica sabendo da história!

 

Essa é uma grande inovação no setor de transporte e logística, e com certeza requer além de uma ampla infraestrutura, investimentos em tecnologia de ponta. Ainda assim, aponta como grande tendência para os próximos anos.

 

Entrega compartilhada

O conceito parte dos princípios da economia compartilhada, que visa conectar empreendedores de setores complementares para otimização de recursos. Ou seja, uma empresa vende os produtos e a outra faz a entrega

 

No setor de logística internacional essa não é bem uma novidade, já que em países com menor extensão territorial essa prática é mais comum. 

 

Funciona assim: a Empresa A, que precisa fazer a entrega de um produto, requisita apoio da Empresa B, especializada em serviços de transporte. O benefício é mútuo, a primeira, economiza com a necessidade de aquisição de frota e manutenção.

 

Empresas especializadas em transporte e logística oferecem o serviço de entrega compartilhada.

 

Já a segunda tem todos os meios necessários para que a entrega seja feita com segurança e no prazo e, ainda, pode ofertar seu trabalho para outras empresas com o mesmo destino do produto da Empresa A.

 

Ambos os negócios são beneficiados de maneiras diferentes. Além da redução de custos, vale destacar que os impactos ambientais são amenizados. Afinal, uma frota a menos rodando significa menos gases do efeito estufa sendo liberados no meio ambiente.

 

Logística 4.0

Os avanços tecnológicos mais recentes permitiram a implementação de sistemas inteligentes de gerenciamento. Também conhecida como 4ª Revolução Industrial, a Indústria 4.0 utiliza ferramentas como coleta e análise de dados, interoperabilidade, descentralização, automação e computação em nuvem.

 

Esse modelo interliga todo o fluxo de informações geradas em cada parte do processo. Os dados ficam disponíveis em relatórios, que por sua vez, podem ser utilizados para otimização de qualquer atividade.

 

Com a chegada e ampliação de disponibilidade da tecnologia 5G no Brasil, espera-se que a Logística 4.0 seja uma das maiores tendências dos próximos anos. Isso porque ela aumenta a capacidade de transferência de dados e permite que a Internet das Coisas (IoT) seja mais eficiente.

 

A Logística 4.0 permite o acompanhamento em tempo real de todas as informações.

 

O resultado disso é maior produtividade, organização, modernização e redução de custos. Porém, os benefícios também podem ser percebidos pelo cliente final, com entregas mais rápidas e eficientes. É um processo inovador que desperta cada vez mais o olhar de empresas que buscam agregar valor à cadeia produtiva.

 

Internet das Coisas

Uma das tecnologias mais exploradas nos últimos anos. A Internet das Coisas permite diferentes dispositivos se conectarem à rede e trocarem informações. Um exemplo prático disso é o famoso “Alexa, apaga a luz!”. Nesse comando, dois dispositivos são acionados, a assistente virtual e um interruptor ou uma lâmpada inteligente.

 

Por mais que o exemplo seja doméstico, a IoT tem revolucionado diferentes setores. Não existe Logística 4.0 sem a Internet das Coisas, pois é ela que permite a comunicação entre diferentes máquinas.

 

Um exemplo mais aplicado disso é o acompanhamento em tempo real das entregas. Além disso, a IoT é útil para reduzir custos operacionais. Por meio dela, é possível monitorar equipamentos, controlar temperatura, configurar alertas de segurança e identificar problemas de manutenção. Tudo isso torna o processo de logística mais rápido, eficiente e otimizado.

 

Logística verde

A sustentabilidade é um tema importante no mundo todo. Encontrar formas de diminuir o impacto ambiental na cadeia de processos é muito mais que uma tendência, é questão de sobrevivência, não só da empresa, mas principalmente da sociedade.

 

A logística verde busca diminuir os impactos causados ao meio ambiente.

 

E como isso é feito? Cuidando dos três pilares: ambiental, social e econômico. No geral, isso significa que a empresa precisa se responsabilizar para que haja um equilíbrio que minimize os danos ambientais, gere empregos, invista em desenvolvimento social e seja eficiente economicamente.

 

Os esforços para tornar as empresas mais sustentáveis podem ser grandes, mas os benefícios são muito maiores. Assim, a companhia pode se preparar para um futuro melhor e mais responsável.

 

Depois de conhecer um pouco mais sobre as principais tendências no setor de transporte e logística, fica evidente que a tecnologia e a sustentabilidade desempenham um papel importante no futuro do mercado

 

Gostou do nosso artigo? Se sim, clique no banner abaixo e confira mais conteúdos sobre logística, gestão e inovação!

 



Search engine powered by ElasticSuite